24 setembro 2005

Da Weasel

Foi ontem, dia 23, pelas 22h00 num Largo do Município a rebentar pelas costuras. Milhares de almas expectantes para ver o que resultaria do "casamento" da Orquestra Clássica da Madeira, conduzida pelo maestro Rui Massena, com os Da Weasel.
Sozinha em palco, a Orquestra começou por aquecer os instrumentos com "Chicago" e os ninos e ninas ansiosos aguentaram o embate, aplaudiram, e então sim, a "doninha" entrou em cena.
Foram canções atrás de canções embaladas agora num som "clássico" aparentemente improvável e impensável. E no final de cada canção o público explodia literalmente em aplausos. A mistura de todos aqueles músicos era mais do que se poderia esperar.
"Massena, Clássica, ready?... set?... GO!!!!" Juro que senti o chão tremer debaixo dos pés.
E o concerto continuou num misto de profissionalismo, entusiasmo e euforia: a certa altura o flautista estava lá atrás de pé, desenfreado, a agitar a flauta no ar, a Orquestra em peso levantou-se e abanou-se ao som de "Tás na Boa", o homem da tuba (?) deve ter ficado com os braços KO, não parava de abanar a dita, o pessoal dos metais já tinha uns chapelinhos estranhos na cabeça e à frente alguém tinha enfiado um cap do Benfica. Quando os Da Weasel e Massena saíram do palco, a orquestra foi fazendo holas e ia incitando o publico a sessões de palmas. Era óbvio que estavam a gozar que nem uns perdidos com tudo aquilo.
Foram dois encores mas podiam ter sido mais porque ninguém tinha vontade de sair dali.
Não sou propriamente fan da banda, não tenho qualquer disco deles, gosto apenas de os ouvir.
E gosto de misturas, da aparente impossibilidade dos extremos se tocarem e da surpresa quando tal acontece. E foi exactamente o que aconteceu a noite passada.
Tá-se bem!

4 comentários:

Keydom disse...

Olá!
Cheguei aqui -literalmente- por acaso, vindo da página do Blogger.
Um abraço daqui do Brasil.

Hipatia disse...

Ai que inveja! Adorava ter visto esse homem da tuba :)))

'Tá-se ;-)

Uxka disse...

Keydom... bem aparecido.

Olá Hipátia!... e imagina que inicialmente eu tinha escrito "abanar o instrumento". O Português é do camandro!
Jinhos

funxinha disse...

eu não pude assistir essa magnifico espectaculo...vi sim videos da actuação e adorei...snif snif já chatiei o pessoal da orquesta porque só fazem estas coisas quando não estou na MAdeira.beijos