15 dezembro 2005

Auto-defesa

és estranha, de que é feita a tua carapaça?
de setas
medos
pedras,
dores
paus
dentes rangendo
e garras
todos voltados para dentro
assim fico
sem poder
sem querer sair
sem querer nada.
deixem-me assim
cair
f
u
n
d
o
e larguem-me da mão
a carapaça.

Para o desafio da Hipatia com desenho do Gaivina

5 comentários:

Hipatia disse...

Já lá está :)

Depois respondo com o tempo que mereces. Obrigada!

:*

gaivina disse...

Tu não a conheces, a mulher que eu desenhei... como podes ter acertado na "carapaça"?
A mulher que desenhei defendeu-se sempre, não de mim apenas, mas do mundo. No entanto é doce e breve.
conto, em breve, postar a verdadeira historia destes desenhos, na casa da Hipatia, claro!

Uxka disse...

Hipatia, obrigada eu.

Gaivina, eu percebo um bocadinho de carapaças ;) ...e é um desenho belíssimo, como sempre.

beijos para vocês

Hipatia disse...

E, afinal, se calhar não é preciso dizer mais nada. É que também percebo um bocadinho de carapaças :)

Beijo

Uxka disse...

Hip... ;)
x